O que é catapora?

O que é catapora?

O que é catapora?

NOTA IMPORTANTE: A Corvelva convida-o a obter informação aprofundada através da leitura de todas as secções e links, bem como dos folhetos dos produtos e fichas técnicas do fabricante, e a falar com um ou mais profissionais de confiança antes de decidir vacinar-se a si ou ao seu filho. Esta informação é apenas para fins informativos e não pretende ser um conselho médico.

A varicela é uma doença causada pelo vírus varicela zoster, um vírus de DNA que pertence à família dos vírus do herpes (Alphaherpesvirinae) e está associado ao herpes-zóster. O vírus inicialmente se apresenta como uma infecção por catapora; no entanto, como o vírus é capaz de permanecer nos gânglios nervosos sensoriais do corpo após a primeira infecção, ele tem o potencial de ser reativado. Se o vírus for reativado, parece uma infecção por herpes zoster.(1) O vírus da varicela é encontrado apenas em humanos, e os surtos geralmente ocorrem entre março e maio nos Estados Unidos.(2)

A varicela é transmitida através do contato direto com bolhas de varicela, inalação de partículas de bolhas de varicela e, possivelmente, contato com secreções respiratórias infectadas por vírus.(3) Os sintomas da varicela geralmente começam entre 10 e 21 dias após a exposição ao vírus, e a doença geralmente dura entre 5 e 10 dias. Em adultos, os primeiros sintomas da varicela podem incluir dor de cabeça, febre, perda de apetite e fadiga. Esses sintomas geralmente começam 1 a 2 dias antes do aparecimento da erupção cutânea; no entanto, em crianças, a erupção cutânea costuma ser o primeiro sinal de infecção.(4)

Quando ocorre a erupção cutânea da varicela, ela geralmente começa com pápulas (pápulas) vermelhas ou rosadas que coçam. Esses inchaços geralmente duram alguns dias antes de se transformarem em bolhas cheias de líquido (vesículas). Após cerca de um dia, as bolhas se abrem, escorrem e, eventualmente, formam-se crostas e crostas.(5) A erupção geralmente começa na cabeça, depois se espalha para o tronco e, finalmente, para os braços e pernas. A erupção também pode estar presente nos olhos, garganta e genitais.(6) Como a erupção aparece ao longo de vários dias, as lesões de varicela podem estar presentes no corpo na forma de pápulas, vesículas e crostas ao mesmo tempo. Em média, crianças saudáveis ​​têm entre 200 e 500 lesões de varicela, que geralmente têm de 1 a 4 milímetros de diâmetro.(7)

As infecções por varicela podem ocorrer em pessoas vacinadas, mas geralmente é uma infecção mais branda, com menos de 50 lesões de pele, e a erupção geralmente aparece como pápulas em vez de bolhas. As taxas de febre também podem ser mais baixas entre os indivíduos vacinados que desenvolvem varicela. 25-30% das pessoas que desenvolvem catapora após receberem uma dose da vacina contra a varicela ainda podem apresentar uma doença semelhante a uma infecção natural da varicela. As informações sobre a apresentação da doença varicela entre pessoas vacinadas com duas doses da vacina são atualmente limitadas.8 Uma pessoa com varicela ainda é contagiosa e pode transmitir a doença para outras pessoas.(9)

Acredita-se que uma pessoa com agravamento da catapora com menos de 50 lesões tenha dois terços menos probabilidade de transmitir a doença do que alguém que tenha desenvolvido mais de 50 lesões; no entanto, a apresentação clínica leve pode retardar o diagnóstico. Como resultado, indivíduos com varicela não diagnosticada têm o potencial de causar taxas de transmissão mais altas na comunidade, ao não tomarem precauções de isolamento para evitar a propagação da doença para outras pessoas.(10)

A varicela é considerada uma infecção leve; no entanto, podem ocorrer complicações. As complicações da varicela podem incluir pneumonia viral e bacteriana, infecções bacterianas da pele, encefalite, ataxia cerebelar, septicemia, fasceíte necrosante, síndrome do choque tóxico, osteomielite e artrite séptica.(11) Bebês nascidos de mães infectadas com varicela entre 5 dias antes e 2 dias após o parto, bebês prematuros, mulheres grávidas e pessoas com condições imunossuprimidas são considerados de maior risco de desenvolver complicações.(12)

Antes da introdução da vacina contra a varicela, quase todo mundo contraía a infecção quando criança. Cerca de 4 milhões de casos de catapora ocorreram nos Estados Unidos a cada ano, com a maioria dos casos afetando crianças com menos de 15 anos de idade. Crianças de 1 a 4 anos tiveram as taxas mais altas de infecções por varicela, seguidas de perto por crianças de 5 a 9 anos. Apenas 7% das infecções por varicela ocorreram em adultos.(13) A varicela foi removida da Lista Nacional de Reclamações em 1981, mas voltou à lista em 2003.(14) As mortes relacionadas à varicela estão sujeitas a relatórios nacionais desde 1999(15) e em 2017, 2 mortes associadas à varicela foram relatadas nos Estados Unidos.(16)

A recuperação da varicela confere imunidade natural duradoura e indivíduos imunocompetentes raramente sofrem um segundo ataque.(17) A reexposição ao vírus da varicela fortalece o sistema imunológico de uma pessoa e diminui o risco de infecção por herpes zoster.(18)

Este artigo foi resumido e traduzido por Centro Nacional de Informações de Vacinas.

 

Corvela

Publique o módulo Menu na posição "offcanvas". Aqui você pode publicar outros módulos também.
Saber mais.

0
comparatilhe